QUINTAIS PRODUTIVOS E A EXPERIÊNCIA DOS NÚCLEOS DA REDE XIQUE-XIQUE DE COMERCIALIZAÇÃO SOLIDÁRIA, MOSSORÓ/RN

  • Enaira Liany Bezerra dos Santos Universidade Federal Rural do Semi-Árido
  • Karinny Alves da Silva Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA)
  • Gabriela Cemirames de Sousa Gurgel Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN)

Resumo

Os quintais produtivos são ponto de partida para a promoção de um desenvolvimento orientado por princípios agroecológicos. A Rede Xique-Xique de Comercialização Solidária é uma associação composta por grupos de agricultores e agricultoras familiares que têm, como princípios norteadores, aqueles de base agroecológica. A pesquisa objetivou caracterizar dez quintais produtivos integrantes dos grupos da Rede Xique-Xique de Comercialização Solidária quanto às práticas adotadas no processo de produção orgânica e agroecológica. Como processo metodológico foi feito um levantamento bibliográfico, análise documental e visitas aos quintais. O levantamento realizado nas unidades de produção familiar, assim como a consulta do “Plano de Manejo Orgânico” destacaram, para esses quintais, a característica de diversidade vegetal, e permitiu identificar o uso de 59 espécies vegetais nos quintais, sendo 11,56% dessas nativas do Bioma Caatinga e 40,68% eram espécies frutíferas. As práticas de manejo mapeadas foram similares nos quintais, sendo em de maior predominância a ocorrência de composteiras e cobertura morta.

Biografia dos Autores

Enaira Liany Bezerra dos Santos, Universidade Federal Rural do Semi-Árido

Mestranda pelo Programa de Pós-Graduação em Ambiente, Tecnologia e Sociedade/PPGATS da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA).

ORCID: https://orcid.org/0000-0003-0125-3504

Karinny Alves da Silva, Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA)

Mestranda pelo Programa de Pós-Graduação em Ambiente, Tecnologia e Sociedade/PPGATS da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA).

 

ORCID: https://orcid.org/0000-0002-1328-1679

Gabriela Cemirames de Sousa Gurgel, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN)

Doutora em Agronomia pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ). Professora adjunta I do Departamento de Gestão Ambiental da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) e do Programa de Pós-Graduação em Geografia/PPGEO da UERN.

ORCID: https://orcid.org/0000-0003-2940-6373

Referências

ALMEIDA, Suzanne Estéfnie; PASA, Maria Corette; GUARIM, Vera Lucia M. S. Uso da Biodiversidade em quatro quintais de comunidades tradicionais da Baía de Cachorore, Barão de Melgaço, Mato Grosso, Brasil. Biodiversidade, v. 12, nº 1, p. 141-155, 2014.

BEZERRA J, F. de A. et al. Avaliação fenoprodutiva e teores clorofilianos de rabanete sob fertilização com urina de vaca e cobertura morta/ F. de A. Bezerra J., J. L. de O. Freire, J. A. de Arruda, T. A. O. de Azevedo, L. A. Dantas. Revista Principia, Divulgação e Científica e Tecnologia do IFPB, n° 42, João Pessoa, 2018.

BRASIL. Lei n° 12.651 de 25 de maio de 2012. Dispõe sobre a proteção da vegetação nativa. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, DF, 7 dez. Disponível em: 2014/2012/lei/l12651.htm> Acesso: 15 Jan 2020

CARNEIRO, Joana Junqueira. Sistemas agroecológicos conservam o solo a água. 2013. 91 p. Dissertação (Mestrado em Solos e Nutrição de Plantas) - Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, MG, 2013.

DUARTE, G. S. D.; PASA, M. C. Agrobiodiversidade e a etnobotânica na comunidade de São Benedito, Poconé, Mato Grosso, Brasil. Interações, v. 17, nº 2, p. 247-256, 2016.

GIATTI, Otávio Ferrarim et al. Potencial socioeconômico de produtos florestais não madeireiros na reserva de desenvolvimento sustentável do Uatumã, Amazonas. Revista de Economia e Sociologia Rural, v. 59, nº 3, p. 1-19, 2021.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA - IBGE. Estimativa de censo 2020. Cidades, Mossoró-RN.

KOLLING, G. J.; ANDRADE, G. S. Agricultura e agroecologia: possibilidades de um novo Mercado sustentável. Revista de Direito e Sustentabilidade, v. 6, nº 2, p. 99-118, 2020.

LUZZI, Nilsa. O debate agroecológico no Brasil: uma construção a partir de diferentes atores sociais. 169 p. Tese (Doutorando em desenvolvimento, agricultura e sociedade) – Instituto de Ciências Humanas e Soicias, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, 2007.

LYRA, Danilo Hottis et al. Conservação on farm da agrobiodiversidade de sítios familiares em Jequié, Bahia, Brasil. Revista Ceres, v. 58 nº 1, p. 69-76, 2011.

MARTINS, W. M. de O.; CRUZ, A. R. da; PAIVA, F. S. Cultivo consorciado de cebolinha e coentro em sistema agroecológico. Cadernos de Agroecologia – Anais do XI Congresso Brasileiro de Agroecologia, São Cristóvão, Sergipe, v. 15, n° 2, 2020.

MARTINS, Williane Maria de Oliveira et al. Agrobiodiversidade nos quintais e roçados ribeirinhos na comunidade Boca do Môa – Acre. Biotemas, v. 25, nº 3, p. 111 – 120, 2012.

MOURA, Raimunda Rosimere de Oliveira et al. Quintais agroflorestais: estrutura, composição e organização socioprodutiva. Revista Brasileira de Agroecologia, v. 16, nº 1, p. 60-72, 2021.

PAULA, M. M. de; OLIVEIRA, A. L. de; SILVA, J. L. G. da. Promoção da saúde e produção de alimentos na agricultura familiar. Revista Interação Interdisciplinar, v. 1 nº 1, p. 5067, 2017.

PEDROZA, Anderson Sampaio; OLIVEIRA, Kleber Andolfato de. Biodiversidade dos quintais agroflorestais de Cruzeiro do Sul, Acre. Cadernos de Agroecologia, v. 15, nº 2, p. 1-4, 2020.

PRODANOV, C. C.; FEITAS, E. C. Metodologia do Trabalho Científico: Métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. 2 ed. Novo Hamburgo: Feevale, 2013.

RAYOL, Breno Pinto; MIRANDA, Izildinha de Souza. Quintais agroflorestais na Amazônia Central: caracterização, importância social e agrobiodiversidade. Ciência Florestal, v. 29, nº 4, p. 1614-1629, 2019.

SANTOS, Ícaro Gonçalves et al. Os quintais agroflorestais do reassentamento Mariana, Tocantins: garantia da segurança alimentar e manutenção da biodiversidade. Cadernos de Agroecologia, v. 13, nº 1, p. 1-6, 2018.

SILVA, Danielle Viturino da et al. Agroecologia e Convivência com o Semiárido Brasileiro: uma análise preliminar. Diversitas Journal, v. 3, nº 1, p. 76-84, 2018.

SILVA, Juliana Karla et al. Caminhos para a comercialização solidária: A Cooperativa Cooperxique no Estado do Rio Grande do Norte (RN) –Brasil. Brazilian Journal of development, v. 5, nº 11, 27307-27327, 2019.

SOUZA, L. P. M. de. Compostagem: uma proposta ambiental para diminuição do lixo doméstico/ L. P. M. de Souza, T. G. Souza, R. B. Panatieri, E. Kikuti. Revista Em Extensão, Uberlândia, v. 19, n° 2, p. 87-100, jul-dez, 2020.
Publicado
09/06/2024
Como Citar
SANTOS, Enaira Liany Bezerra dos; SILVA, Karinny Alves da; GURGEL, Gabriela Cemirames de Sousa. QUINTAIS PRODUTIVOS E A EXPERIÊNCIA DOS NÚCLEOS DA REDE XIQUE-XIQUE DE COMERCIALIZAÇÃO SOLIDÁRIA, MOSSORÓ/RN. REDE - Revista Eletrônica do PRODEMA, Fortaleza, v. 16, n. 1, jun. 2024. ISSN 1982-5528. Disponível em: <http://www.revistarede.ufc.br/rede/article/view/731>. Acesso em: 13 jun. 2024.