ANÁLISE INTEGRADA E PROBLEMAS SOCIOAMBIENTAIS DA BACIA HIDROGRÁFICA DO BACANGA, SÃO LUÍS - MA

  • Leonardo Silva Soares Universidade Federal do Maranhão, Programa de Pós Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente (PRODEMA)
  • Arkley Marques Bandeira Universidade Federal do Maranhão, Programa de Pós Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente (PRODEMA)
  • Marcelo Henrique Lopes Silva Universidade Federal do Maranhão, Programa de Pós Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente (PRODEMA)
  • Antonio Carlos Leal de Castro Universidade Federal do Maranhão, Programa de Pós Graduação em Desenvolvimento e Meio Ambiente (PRODEMA)

Resumo

Dentre as principais bacias hidrográficas do município de São Luís, destaca-se a do Bacanga. A bacia correspondente a 12,33% do território da cidade, onde se encontram aproximadamente 64.000 domicílios e aproximadamente 256.000 habitantes. Este artigo pretende apresentar uma reflexão com base nos principais estudos socioambientais relacionados às diversas problemáticas da bacia do Bacanga. Para tanto, foram compilados diversos estudos coordenados pelo Laboratório de Ciências e Planejamento Ambiental da UFMA. A análise corroborou com a perspectiva da complexidade socioambiental da bacia do Bacanga, uma unidade territorial que sobrepõe unidades de conservação estaduais, como o Parque Estadual do Bacanga e a Área de Proteção Ambiental do Maracanã, com outras áreas protegidas como a Zona de Reserva Florestal do Sacavém. No entanto, contrasta com uma diversidade populacional de características urbanas, rurais e/ou ribeirinhas que estão submetidas a um processo histórico de ingerência administrativa no âmbito da gestão territorial e ambiental. Dentre as principais problemáticas identificadas, destacam-se as ocupações irregulares e a ausência de saneamento. O cenário atual da bacia do Bacanga reflete diretamente na qualidade de vida das pessoas, especialmente àquelas de menor poder aquisitivo e que vivem da subsistência dos recursos naturais da região da bacia e seu entorno imediato.

Referências

CARDOSO, K. M. O.; SOARES, L. S. Avaliação da Dinâmica da Paisagem da Bacia Hidrográfica do Rio Bacanga, São Luís – MA. Relatório Final de Iniciação Científica, PIBIC UFMA, 2018. 17 p.
CASTRO, T. C. S. Identificação de áreas potenciais para a recarga de aquífero na bacia hidrográfica do rio Bacanga. São Luís. 56p. Monografia (Curso Ciências Aquáticas). Departamento de Oceanografia e Limnologia, Universidade Federal do Maranhão. 2008.
COELHO, C. J. C. Aspectos da disponibilidade e dos usos da água na bacia do rio Bacanga/Ilha do Maranhão) Ilha de São Luís – MA. São Luís, 2006, 125p. /Monografia (Bacharel em Ciências Aquáticas) Universidade Federal do Maranhão.
COELHO, C. J. C.; DAMÁZIO, E. Aspectos da Disponibilidade e dos Usos da Água na bacia do Bacanga/Ilha do Maranhão (Ilha de São Luís) – MA. São Luís, 2006. Boletim do Laboratório de Hidrobiologia, 19:73-84.
CORRÊA, V. E.; SOARES, L. S. Análise da integridade das áreas de preservação permanente das sub-bacias do Batatã e Maracanã, sistema Bacanga. Relatório Final de Iniciação Científica, PIBIC UFMA, 2020. 26 p.
RIBEIRO, D. R.; SOARES, L. S. Planejamento de ações ambientais com base no modelo de priorização da Bacia Hidrográfica do Rio Bacanga. Relatório Final de Iniciação Científica, PIBIC UFMA, 2018. 20 p.
SOARES, L. S. Avaliação da Aplicação do “Índice de Sustentabilidade de Bacias Hidrográficas” como Subsídios para Formulação de Políticas Públicas de Conservação das Sub-bacias Hidrográficas dos Rios Batatã e Maracanã, Ilha de São Luís – MA. 2010. 216 p. Dissertação (Mestrado em Sustentabilidade de Ecossistemas), Universidade Federal do Maranhão. 2010.
Publicado
17/08/2021
Como Citar
SOARES, Leonardo Silva et al. ANÁLISE INTEGRADA E PROBLEMAS SOCIOAMBIENTAIS DA BACIA HIDROGRÁFICA DO BACANGA, SÃO LUÍS - MA. REDE - Revista Eletrônica do PRODEMA, Fortaleza, v. 1, n. 15, p. 138-150, ago. 2021. ISSN 1982-5528. Disponível em: <http://www.revistarede.ufc.br/rede/article/view/674>. Acesso em: 13 jun. 2024.