ANÁLISE GEOECOLÓGICA DA PAISAGEM DA FLORESTA NACIONAL DE CARAJÁS – PA, BRASIL

  • Alana Pereira Inácio Universidade Federal do Ceará
  • Edson Vicente da Silva
  • Maria Rita Vidal

Resumo

No Sudeste do Pará, na região de Carajás, identifica-se geossistemas ferruginosos com paisagens complexas que detêm rica geodiversidade, por apresentar-se em áreas de cangas na Floresta Nacional de Carajás (FLONA). Para tanto, este trabalho tem como objetivo identificar, caracterizar e mapear os principais condicionantes responsáveis pela a formação da paisagem da Flona de Carajás. A compreensão dos elementos constituintes da paisagem da área foi realizada a partir dos fundamentos teóricos e metodológicos da Geoecologia das Paisagens e de sistemas geoinformativos, o que possibilitou cartografar a geomorfologia, geologia, declividade, hipsometria, drenagens e cobertura vegetal. O estudo dos condicionantes geoambientais foi imprescindível para o conhecimento da área, pois através destes pôde-se chegar à conclusão de que a correlação desses componentes físicos ao longo de muitos anos deram condições para a formação de uma paisagem de exceção na área.


Palavras-Chave: Carajás; Geossistemas Ferruginosos; Paisagem.

Referências

AB’SÁBER, A. N. Geomorfologia da Região de Carajás. In: Carajás: desafio político, ecologia e desenvolvimento / José Maria Gonçalves Jr. (Org); apresentação José de Anchieta Moura Fé. São Paulo: Brasiliense; (Brasília, DF): Conselho Nacional de Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico, p. 88-124. 1986.
ARAÚJO O.J.B. & MAIA R.G.N. 1991. Programa de levantamentos geológicos básicos do Brasil, Serra dos Carajás, folha SB-22-Z-A, Estado do Pará. Texto explicativo, Brasília, DNPM/CPRM. 164 p.
BRASIL. Ministério do Meio Ambiente. SNUC – Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza: Lei nº 9.985, de 18 de julho de 2000; Decreto nº 4.340, de 22 de agosto de 2002; Decreto nº 5.746, de 5 de abril de 2006. Plano Estratégico Nacional de Áreas Protegidas: Decreto nº 5.758, de 13 de abril de 2006. Brasília: MMA, 2011. 76 p.
BEISIEGEL V.R., BERNARDELLI A.L., Drummond N.F., Ruff A.W., Tremaine J.W. Geologia e recursos minerais da Serra dos Carajás. Revista Brasileira de Geociências, Vol.3, p.215-242, 1973.
BOAVENTURA, R. S. Geomorfologia. In: Brasil. Departamento Nacional da Produção Mineral. Projeto RADAM. Folha SB-22 Araguaia e parte da Folha SC22 Tocantins. Rio de Janeiro, Radambrasil, 1974. (Levantamento de Recursos Naturais, 41). Brasília, Ed.Univ. Brasília. p. 26.
FREITAS, M.L.D. Algumas considerações sobre a Região-Programa. In: Carajás: desafio político, ecologia e desenvolvimento / José Maria Gonçalves Jr. (Org); apresentação José de Anchieta Moura Fé. São Paulo: Brasiliense; (Brasília, DF): Conselho Nacional de Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico, p. 22-29, 1986.
IBGE. Manual Técnico de Geomorfologia. 2ª ed. Rio de Janeiro, 2009.
MACAMBIRA, J.B. O ambiente deposicional da Formação Carajás e uma proposta de modelo evolutivo para a Bacia Grão-Pará. Unpublish, Ph.D. Thesis, Instituto de Geociências, Universidade Estadual de Campinas, 2003. 217p.
MARTINS, F.D.; CARVALHO, A.S.; RIBEIRO, K.T. Inserção Territorial e histórica da Floresta Nacional de Carajás e sua relação com a mineração. Projeto cenários: conservação de campos ferruginosos diante da mineração em Carajás / Frederico Drumond Martins, Luciana Hiromi Yoshino Kamino e Katia Torres Ribeiro (organizadores). – 1. ed. – Tubarão (SC), 2018.
MELLHO-THÉRY, N. A. de. Território e gestão ambiental da Amazônia: terras públicas e os dilemas do Estado. São Paulo: Annablume, 2011.Copiart, 2018. 467 p.; Figs, tabs.; 24 cm.
MOTA, N.F.O., et al. Vegetação sobre Sistemas Ferruginosos na Serra dos Carajás. In: Geossistemas Ferruginosos do Brasil: Áreas prioritárias para conservação da diversidade geológica e biológica, patrimônio cultural e serviços ambientais. Organizado por Flávio Fonseca do Carmo e Luciana Hiromi Yoshino Kamino. — Belo Horizonte: 3i Editora, 2015, p. 289-315.
NASCIMENTO, M.S.; OLIVEIRA, D.A. Ambiente Deposicional e proveniência da Formação Gorotire, Província Carajás, Sudeste do Cráton Amazônico. Contribuições à Geologia da Amazônia - Volume 9, p. 1-14, setembro de 2015.
Plano de pesquisa geossistemas ferruginosos da Floresta Nacional de Carajás: temas prioritários... / organizadora Liliane Bezerra; colaboradores André Afonso Ribeiro... [et al.]. — Brasília: ICMBIO, 2017. 82 p.
RIBEIRO, A.S.S. Caracterização Física, Química, Mineralógica e Micromorfológica dos Solos da Serra Sul, Floresta Nacional De Carajás, Pará. (Dissertação de Mestrado). Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 126 p, 2009.
RODRIGUEZ, J. M. M.; SILVA, E. V.; CAVALCANTI, A. P. B. Geoecologia das paisagens: uma visão geossistêmica da análise ambiental. Fortaleza: Editora UFC, 2013.
SANTOS, B.A. Recursos minerais. In: Carajás: desafio político, ecologia e desenvolvimento/ José Maria Gonçalves Jr. (Org); apresentação José de Anchieta Moura Fé. São Paulo: Brasiliense; (Brasília, DF): Conselho Nacional de Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico, p. 294-361, 1986.
SCHAEFER. C. E G. R., et al. Características químicas e mineralogia de solos perférricos da Serra Sul de Carajás. Bol. Mus. Para. Emílio Goeldi. Cienc. Nat., Belém, v. 11, n. 1, p. 57-69, jan.-abr. 2016.
SCHAEFER. C. E G. R., et al. Geoambientes, solos e estoques de carbono na Serra Sul de Carajás, Pará, Brasil. Revista Ciência. Naturais, Belém, v. 11, n. 1, p. 85-101, jan.-abr. 2016.
VASQUEZ, M. L.; ROSA-COSTA, L. T. (org.). Geologia e Recursos Minerais do Estado do Pará: Sistema de Informações Geográficas – SIG: texto explicativo dos mapas Geológico e Tectônico e de Recursos Minerais do Estado do Pará. Belém: CPRM, 2008.
VIDAL, M.R.; MASCARENHAS, A.L.S. Mapeamento geoecológico no Parque Nacional dos Campos Ferruginosos. Ateliê Geográfico - Goiânia-GO, v. 14, n. 3, dez/2020, p. 218 – 238.
VIDAL, M.R. Geoecologia das paisagens: fundamentos e aplicabilidades para o planejamento ambiental no baixo curso do rio Curu-Ceará-Brasil. 2014. 190 p. Tese (Doutorado em Geografia) - Universidade Federal do Ceará. Fortaleza, 2014.
Publicado
03/05/2022
Como Citar
INÁCIO, Alana Pereira; DA SILVA, Edson Vicente; VIDAL, Maria Rita. ANÁLISE GEOECOLÓGICA DA PAISAGEM DA FLORESTA NACIONAL DE CARAJÁS – PA, BRASIL. REDE - Revista Eletrônica do PRODEMA, Fortaleza, v. 15, n. 2, p. 150-162, maio 2022. ISSN 1982-5528. Disponível em: <http://www.revistarede.ufc.br/rede/article/view/707>. Acesso em: 22 maio 2024.