ENTRE A IDEOLOGIA E A UTOPIA: REFLEXÕES SOBRE A GEOPOLÍTICA DO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

  • Leandro Dias de Oliveira UFRRJ

Resumo


A Rio-92 – dividida entre o Riocentro, onde estiveram reunidas as delegações diplomáticas e chefes de governo, e o Aterro do Flamengo, onde ocorreu o “Fórum Global”, com a participação de ONGs e movimentos sociais – significou a construção de um receituário “inconteste” – o desenvolvimento sustentável – para a consecução de um equilíbrio sócio-ecológico planetário, cujo escopo é o ajuste da natureza aos interesses econômicos através de estratégias para a conservação das riquezas naturais situadas, em maior parte, no território dos países periféricos. Entretanto, nos interstícios desta conferência, emergiram “espaços de esperança” capazes de confrontar a ordem instituída.


Biografia do Autor

Leandro Dias de Oliveira, UFRRJ

Doutor em Geografia – UNICAMP

Professor do PPGGEO – Programa de Pós-Graduação em Geografia

UFRRJ – Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

Publicado
12/11/2015
Como Citar
OLIVEIRA, Leandro Dias de. ENTRE A IDEOLOGIA E A UTOPIA: REFLEXÕES SOBRE A GEOPOLÍTICA DO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL. REDE - Revista Eletrônica do PRODEMA, Fortaleza, v. 9, n. 1, nov. 2015. ISSN 1982-5528. Disponível em: <http://www.revistarede.ufc.br/rede/article/view/288>. Acesso em: 13 jun. 2024.

Palavras-chave

desenvolvimento sustentabilidade, Rio-92 [Eco-92], Meio Ambiente